•       Página inicial       Outras Edições
  • Guaidó recebe alimentos na fronteira

        PSOL se manifesta em favor às atrocidades de Maduro

        Leia a nota que o Partido de Guilherme Boulos anunciou em seu site:
    "...o PSOL vem publicamente se opor a qualquer ingerência externa nos assuntos da Venezuela. Somos absolutamente contrários à interferência do governo Bolsonaro nos assuntos venezuelanos e qualquer agressão política ou militar contra a soberania da Venezuela. Ao mesmo tempo, repudiamos as sanções econômicas impostas pelos EUA e seus sócios ao país, bem como uma possível intervenção militar externa ou mesmo um golpe militar. Frente a gravíssima situação da Venezuela é urgente que os povos latino-americanos nos unamos em solidariedade ao povo venezuelano e exijamos que os governos da região rejeitem qualquer acordo com Donald Trump, seja apoiando a farsa da campanha de “ajuda humanitária”, a retórica de “defesa da democracia”, ou qualquer cessão de territórios, bases ou operações militares que signifiquem medidas de guerra contra a Venezuela. Rejeitamos qualquer saída ou superação da crise que signifique uma ameaça à paz ou fora dos marcos democráticos e constitucionais da Venezuela e apoiamos o povo venezuelano que luta e resiste ao golpe imperialista."

        Resumo da ópera
        O PSOL alinhado com o regime aniquilador de Maduro não aceita ajuda humanitária com alimentos e remédios para a população que perece de fome, mas exige ajuda financeira que nunca chegará até a população e sim, continuará mantendo da ditadura venezuelana e financiará seus párias de outros países como os que estão aqui no Brasil, na Angola, em Cuba e Guiné Equatorial dentre tantos outros.

    "Daqui em diante nem tudo é realidade"

    Os tweets aqui relacionados à TAG #VenezuelaGritaLibertad são a mais pura visão de maldade de aonde o ser humano consegue chegar por causa da ganância.
    Um povo sofre, um povo clama por ajuda.