•       Página inicial       Outras Edições
  • Como a esquerda se organiza para derrubar perfis de direita

        Os perfis

        Conforme divulgamos anteriormente, em uma análise deste perfis, encontramos um certo parâmetro, com combinações mútuas e em alguns casos, IPs com localidade próxima ou até o mesmo IP para mais de um perfil, onde há sempre um mais antigo juntamente com 1 ou 2 perfis novos e com pouquíssimos seguidores. São estes perfis que atacam os perfis de direita que querem denunciar, provocando-os ao ponto de alguns perderem a compostura e serem denunciados por assédio ou até mesmo propagação de ódio ou ainda estar fingindo ser ou outra pessoa.
        Links de tweets ou comentários de perfis de direita são divulgados através de grupos no Twitter, Facebook, Telegram e Whatsapp, e, este tweet específico é denunciado em massa pelo restante do grupo, e a conta acaba sendo suspensa.

        (Foto: Reprodução)

        Propagadores de Hashtags

        Perfis oficiais como o da ex presidente Dilma Rousseff, da jornalista Cynara Menezes e do Deputado Federal Paulo Pimenta foram responsáveis pela propagação da hashtag "#LulaPresoPolitico".
        Já o ator José de Abreu, o jornalista Rodrigo Viana, o Deputado Federal Rogério Correia e Edmilson Lula Oliveira foram os responsáveis pela propagação da hashtag ofensiva "#bolsonarovaitomarnocu".
        Na recente hashtag "#DallagnolNaCadeia" aparece mais uma vez o ator Zé de Abreu como o principal propagador da tag, seguido mais uma vez pelo jornalista Rodrigo Viana e por Tatiana Lobatto.
        A hashtag que pede a cassação de Jair Bolsonaro (#CassaçãoDeBolsonaro) é encabeçada por PEDRAO (996.317 seguidores), seguida pelo perfil Jornalistas Livres (318.661 seguidores) e apoiada pelo perfil paródia da ex presidente Dilma Rousseff, Dilma Bolada.

    Um dos maiores propagadores da hashtag "#EstamosComLula" é o perfil Mídia NINJA, seguido pelo perfil oficial do PT na CÂmara e o perfil atribuído ao Senador Humberto Costa (este perfil foi desativado ou mudou de nome).

        Mas quem cria essas Hashtags?

        Normalmente as hashtags são sugeridas pela militância através de grupos no whatsapp, Twitter, Telegram e Facebook. Com hora marcada começam a propagar a tag até que a mesma chegue a um perfil de maior visibilidade.

        Denúncias de perfis

        Normalmente os perfis de esquerda não marcam muitos militantes em suas publicações, eles seguem uns aos outros através de hashtags e listas criadas nos próprios perfis, como é o caso da hashtag "#EsquerdistasSeguemEsquerdistas" que tem como maiores divulgadores o perfil Márcia anti-bozo que possui 23,5 mil seguidores e que segue praticamente a mesma quantidade. Este perfil já teve um alcance de visibilidade de 955.567 com a hashtag. Seguido por José da Silva (conta suspensa) e por Gdeprê.


        (Foto: Reprodução)

        Aparentemente os perfis com maior quantidade de seguidores, O Pato, Cambara, ViVi - Mochileira das Galáxias, bobjackk, Maufalavigna, TromPETISTA, Amarulula da Silva, Márcia anti-bozo, e Incendiária/ faísca do terror, orientam os perfis de menor relevância a provocarem os perfis de direita, para assim, os denunciarem por "span", "assédio" ou por "ser ofensivo". Só param quando o perfil é derrubado, onde o sucesso no intento é comemorado.

        Os perfis de esquerda

        Denunciados por perfis de direita, alguns protegeram os perfis, outros limparam seus tweets, listas, seguidores, etc... Outros trocaram os arrobas e os nomes na tentativa de não serem encontrados, mas felizmente foram. Alguns perfis se alimentam dos tweets de direita, onde sutilmente somente compartilham os tweets (RT) e raramente esboçam algum comentário político. A orientação nos grupos de esquerda sempre é a mesma, provocar para tirar o perfil da direita do sério. Perfis verificados de esquerda desrespeitam as regras do Twitter, e a plataforma não toma nenhuma atitude.

        Antes do fechamento da matéria, nos deparamos com mais uma hashtag ofensiva (#Ei PauloGuedesVaiTomarNoCu) criada por perfis menores.

        Opinião

        O Estadão publicou matéria de título "Rede bolsonarista ‘jacobina’ promove linchamento virtual até de aliados" onde o jornalista José Fucs disse: "No Brasil, nos tempos do PT, também havia uma máquina implacável de destruição de reputação de adversários, em especial de jornalistas. A diferença é que, naquela época, os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff e seus parentes procuravam não se envolver diretamente, ao menos em público, na “guerra suja”. Além disso, a tropa de choque petista na internet recebia fartos recursos oficiais, para defender o governo e o partido e atacar os seus críticos.
        Agora, o quadro mudou. Bolsonaro, seus filhos e alguns assessores palacianos e parlamentares envolvem-se diretamente nos ataques. E, por ora, de acordo com as informações disponíveis, sites e páginas como o Terça Livre, Isentões e Senso Incomum, que agem como se estivessem numa “guerra santa” contra infiéis, não estão recebendo recursos públicos para financiar suas atividades
    ". Agora resta saber quem anda pagando os jornalistas, influenciadores e perfis de esquerda para denegrirem a imagem do governo de Jair Bolsonaro; os perfis menores que fazem o trabalho sujo de denunciar os perfis de direita nós já sabemos que recebem em pão com mortadela.

        Segue abaixo os nomes dos perfis linkados em seus respectivos IDs para conhecimento; alguns deles ainda possuem listas, verifique se seu nome consta nela.

    coluna 1 coluna 2 coluna 3
    1 Galinha Monstro Sem Cabeça

    2 ep

    3 Bruno Lima

    4 Wagner Artur Cabral

    5 Ionaré

    6 Rodrigo Saraceno

    7 Coração Vermelho

    8 Brittany (ex Cidadão de Mal)

    9 Cidadão de Mal 13

    10 Vadia direita

    11 Gildemares de L

    12 Celli

    13 WJonas

    14 Leonardo Vladimirescu

    15 Luciano Bellarmino (fechou a conta)

    16 JuTripode

    17 é alguma coisa na água

    18 comunistinha de android

    19 . (ex foro íntimo público)

    20 Garden - Bolo Podre of Madness

    21 Larin Battles

    22 Abduljabbar U. Palao (limpou a conta mas a manteve aberta)

    23 O meu nome é Mijair

    24 Vilma dos anjos lima (limpou a conta mas a manteve aberta)

    25 João do Caminhão

    26 eliysha

    27 Derrotas Diárias

    28 O Varzeano (5.737)

    ↓ ᐁ Perfis inclusos após 15 de Março ᐁ↓

    29 O Pato (29.334)

    30 ViVi - Mochileira das Galáxias (9.828)

    31 infiltrado da KGB (308.756)

    32 Jesus Da Goiabeira(14.513)

    33 maumau (43.476)

    34 Upalalao (perfil 2)

    35 Ernesto Alejandro Chaves

    36 TromPETISTA (6.047)

    37 Fátima Rios (24.710)

    38 Dima Resistente (35.691)

    39 Cambara (23.162)

    40 Lula da URSAL

    41 INRI SINCERO (35.532)

    42 Bill

    43 Luto e luta!

    44 Cientista de Gente e Documentos

    45 CUBA-Central Única dos Bolsominions Arrependidos

    46 Gabriel Salvador Caldeira

    47 justiça partidária

    48 Paulo RJ (10.186)

    49 Jair, me arrependi(123.257)

    50 Incendiária/ faísca do terror (5.660)

    51 Mah (23.586)

    52 Loren (9.059)

    53 Bob Jack (36.231)

    54 Nélia Lins Lula da Silva (11.244)

    55 Gilvan Freitas (12.910)

    56 Vivi no Tucanistão (5.811)

    57 Edmilson Lula Oliveira (maior propagador da hashtag #bolsonarovaitomarnocu)

    58 Amarulula da Silva (6.807)

    59 Márcia anti-bozo (23.534)

    60 Pedrão (996.319)

    61 Jornalistas livres(318.661)

    62 Gdeprê (11.222)

    63 Cavalinho do SCCP (16.123)

    64 Renato Soares (3.851)

    65 Emerson (5.759)

    66 Jessica Gomes (1.600)

    67 MSc. distopia simulada

    68 Caio Coppoulla (Ex Nando Moura - fake)

    69 Incendiária/ faísca do terror

    70 Incendiária (reserva) Faísca do Terror

    71 Djacunha

    72 detremura

    73 Maufalavigna(17.756)

        Você conhece algum perfil de esquerda que esteja montando lista de perfis de direita para denúncia em massa? e nos envie uma mensagem que colocaremos o nome na lista.

    Nota de rodapé:
         Atualização da matéria dia 18/03 às 20h17; (Incluído print com imagem dos principais influenciadores da hashtag "#LulaPresoPolitico")

        A Central de Imprensa Sátira se dá o direito de adequar seus textos quando bem convier, porém, em respeito aos leitores, sempre manterá o artigo original sem alterações para eventuais pesquisas. (Alex Diferolli)
    mais edições

    "Daqui em diante nem tudo é realidade"